CORITIBA FOOT BALL CLUB

Skyscraper Fim do Boleto
Elenco - Werley

09/01/2016 21:13:00 ( atualizada em 09/01/2016 21:45:41 )

Coxa deixa a Copinha

Coxa deixa a Copinha
Seu Nome:
Seu Email:
Mensagem:
Digite o que vê nas imagens abaixo?

Verdão é eliminado nos pênaltis pelo Marília e deixa Copa SP sem sofrer gols no tempo normal

O Coritiba está fora da 47ª edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior. A precoce eliminação do Coxa veio na tarde deste sábado (09), já que o Verdão acabou desclassificado ao ser derrotado nos pênaltis pelo Marília, após o duelo ter terminado sem gols no tempo normal.

O Alviverde deixa o torneio sem sofrer sequer um gol com a bola rolando, com uma campanha de três vitórias e um empate. Foram 13 gols marcados e nenhum sofrido. O atacante Índio ainda é um dos goleadores da Copinha, com sete gols anotados.

Mesmo com a eliminação precoce, o técnico coxa-branca, Sandro Forner, fez um balanço positivo da participação do Coritiba na competição. “O sentimento é de tristeza pelo resultado, mas de confiança pela maneira como atuamos aqui. Estávamos com um time jovem, com apenas dois atletas no limite da idade. Apesar da eliminação, tenho certeza que essa geração é forte e tem tudo para fazer um grande ano”, apontou Forner.

O jogo

Com o Bento de Abreu lotado, o Marília iniciou a partida procurando exercer uma pressão no campo de ataque. No entanto, rapidamente o Coxa colocou em campo sua principal característica na Copinha, o controle de posse de bola. Com a bola no pé, o Verdão segurou o ímpeto inicial dos donos da casa e passou a atuar com tranquilidade.

Não demorou para o Coxa começar a levar perigo a meta do MAC. Pelos lados do campo, principalmente com Eduardo que viveu uma tarde inspirada, o Verdão achava brechas e agredia os donos da casa.

Aos 18’, Kady tocou para Índio que bateu prensado na defesa. Dois minutos depois, Kady tabelou com Mosquito e soltou a bomba, a bola passou sobre o gol da equipe do Marília.

Melhor na partida, o Coxa dominou as ações e fez com que o goleiro Gabriel Bubniack fosse apenas um espectador de luxo na partida. Lá na frente, Eduardo, Mosquito e Kady faziam um verdadeiro carnaval na defesa adversária, com jogadas rápidas e envolventes.

Aos 44’, Eduardo arrancou da defesa, aplicou um chapéu no zagueiro, tabelou com Rusch e saiu na cara do gol, o atacante coxa-branca bateu rasteiro, mas acabou parando na grande defesa de Vitor, que salvou o MAC.

No segundo tempo, logo no primeiro minuto, Rusch fez boa jogada pelo lado esquerdo e cruzou, na pequena área o artilheiro Índio bateu, Vitor defendeu e no rebote Índio emendou para fora.

Eduardo seguiu infernizando a vida da defesa do Marília, até que aos 14 minutos Wesley fez falta violentíssima sobre o atacante coxa-branca e foi expulso direto pela arbitragem. Com isso, o Coxa ficou com um jogador a mais.

No entanto, o Alviverde encontrou dificuldades para penetrar na defesa adversária e mesmo com um homem a mais viu os donos da casa crescerem na base do abafa e nas bolas paradas. Por duas vezes, Gabriel Bubniack foi exigido e mostrou muita segurança;

Na reta final, o Verdão voltou a ocupar o campo adversário com posse de bola. No entanto, a defesa do MAC levou a melhor e segurou a partida até os pênaltis.

MAC leva a melhor nos pênaltis e fica com a vaga

Na decisão por pênaltis deu Marília. Os donos da casa foram perfeitos e converteram todas as cobranças. No Coxa, Rusch e Romeu converteram, enquanto Réver e Vitor Carvalho desperdiçaram.

Confira as fotos da partida: