CORITIBA FOOT BALL CLUB

Skyscraper Fim do Boleto
Elenco - Pablo

24/08/2015 17:00:00 ( atualizada em 03/09/2015 15:25:53 )

Dados do futebol

Dados do futebol
Seu Nome:
Seu Email:
Mensagem:
Digite o que vê nas imagens abaixo?

Unific aprimora coleta e análise de dados do futebol coxa-branca em todas as categorias

Um dos projetos em andamento da Unidade de Informação, Formação e Inovação do Coritiba (Unific) é um modelo interdisciplinar de análise de desempenho de atletas, criando um banco de dados atendendo às diferentes comissões técnicas desde as categorias de base até o profissional. Dados dos jogos e treinos como um todo, desde os passes certos ou errados até o tanto que um atleta corre em determinados setores do campo, entre outros, compõem estudos diários importantíssimos para o aprimoramento do futebol coxa-branca.

Alcançar a funcionalidade com as dinâmicas e resultados desejados, entretanto, requer premissas sólidas. Assim, o desenvolvimento deste projeto deve justamente contribuir para, a longo prazo, consolidar questões estratégicas relacionadas a conceitos elementares do futebol alviverde.

Esses dados coletados servem como suporte para as comissões técnicas. Ao analisá-los, os treinadores de cada categoria tem apoio científico para a tomada de decisõe
Maurício Andrade, CEO do Coritiba

Recentemente, um grande investimento em tecnologia foi realizado pelo Coritiba na compra de aparelhos e um conjunto de softwares específicos para facilitar a coleta e a planificação de dados. Além disso, um treinamento especial, envolvendo todas as categorias do futebol alviverde foi realizado para capacitar os profissionais e unificar as ações em prol do aprimoramento.

No jogo diante do Grêmio, válido pela Copa do Brasil, os equipamentos adquiridos foram usados pela primeira vez após a capacitação e agora já estão integrados na rotina diária dos profissionais de todas as categorias do futebol coxa-branca.

“Esses dados coletados servem como suporte para as comissões técnicas. Ao analisá-los, os treinadores de cada categoria tem apoio científico para a tomada de decisões, dando direção às suas decisões com mais propriedade. Isso, é claro, somando-se a aspectos comportamentais e técnicos dos atletas à disposição no seu grupo”, explicou o CEO do Coritiba, Maurício Andrade.

Tecnologia como aliada

“Uma das ideias da Unific é centralizar, captar, tratar e gerir todas essas informações. Então, é de grande valia a gente ter esta oportunidade de através de uma ferramenta, no sentido de facilitar a unificação dessas informações dentro de uma célula do clube, que hoje é a Unific, que vem ganhando cada vez mais musculatura com ações como esta”, avaliou o coordenador da Unific, Augusto Oliveira.

O uso desta tecnologia, como aliada do futebol, segue uma tendência no mundo. Cerca de oito clubes na Série A do Brasileirão, por exemplo, possuem esta capacidade de coleta e análise de dados. Todos os clubes da primeira e segunda divisão do futebol inglês também utilizam a mesma ferramenta adquirida pelo Coritiba, além de outros esportes como times da National Basketball Association (NBA), o que mostra que a análise de dados se tornou uma aliada na melhoria do desempenho não só no futebol.

“A parte de tecnologia é um caminho sem volta para o futebol. É uma excelente aquisição, um passo muito importante para a Unific. O objetivo é realmente unificar as informações e a ferramenta vai ser um facilitador deste processo. Essa é uma grande aquisição para conseguir esse objetivo”, apontou Cesar Augusto de Andrade, consultor da ferramenta SportsCode.
 
Mas não são somente dados em relação ao time em campo que serão coletados. Cada comissão técnica pode fazer protocolos para o cruzamento de dados de acordo com a necessidade do grupo analisado. A postura da equipe com diferentes adversários e análise tática dos outros times também são tarefas para as comissões técnicas que geram ainda mais dados para as tomadas de decisões. E ainda há a possibilidade da alteração dos protocolos de acordo com o interesse momentâneo do clube.

“Toda a análise que as comissões técnicas fizerem, seja da parte técnica, seja da parte tática ou da análise de adversários, todos esses dados vão ser centralizados na Unific e vamos realizar o tratamento seja para analisar as questões de, por exemplo, passes certos, passes errados, finalizações adversárias, corretas, enfim, como o adversário se comporta, basicamente essas informações a respeito dos adversários e também das nossas próprias equipes”, explicou Eduardo Zarpelon, analista de desempenho do Coxa.

Agora o Coritiba busca aprimorar ainda mais as análises, criando novos parâmetros a serem comparados com a ajuda destas novas ferramentas. Na próxima edição do programa Nação Coxa Branca, no Premiere, você confere ainda mais sobre o assunto.

Assista a uma prévia: