CORITIBA FOOT BALL CLUB

Skyscraper Fim do Boleto
Elenco - Guilherme Parede

19/01/2018 18:08:00 ( atualizada em 19/01/2018 19:17:07 )

A pré-temporada em números

A pré-temporada em números Coxa treina forte no estádio Pedro Basso
Seu Nome:
Seu Email:
Mensagem:
Digite o que vê nas imagens abaixo?

Diante de uma temporada de superação, Coritiba fecha trabalhos em Foz do Iguaçu e volta a Curitiba; coritiba.com.br traz números dessa etapa de preparação

O Coritiba encerrou, em Foz do Iguaçu, parte do período da pré-temporada de 2018. Prestes a estrear no Campeonato Paranaense, diante de equipes que iniciaram os trabalhos de preparação já no ano passado. Comissão técnica e atletas suaram a camisa nas primeiras semanas do ano buscando estimular o melhor desempenho nesse curto período de trabalho.

Por isso, o coritiba.com.br traz alguns dos números desse período: dos 31 atletas do elenco, 28 deles viajaram 760,9 quilômetros de Curitiba a Foz para buscar uma estrutura que oferecesse o melhor suporte para uma etapa tão importante do ano.

Foram pelo menos 310 horas longe de familiares para se dedicar exclusivamente ao Coritiba. Entre atividades físicas, técnicas e táticas, alimentação balanceada e período de repouso programado, dados da fisiologia nos revelam algumas valências de tudo que foi feito.


Foto: Coxa treina forte no estádio Pedro Basso

“Esse período de trabalho no início da temporada é marcado pelo monitoramento e controle rígido do volume, da intensidade, da carga de treinamento, além da alimentação, da hidratação, da recuperação e do descanso dos atletas. Para ilustrar a importância desse momento, podemos citar informações de estudos científicos indicando que atletas que realizam pré-temporada tendem a participar de mais jogos e com menor incidência de lesões durante o ano”, explica o fisiologista do Coritiba, Luiz Novack.

E os números que ilustram todo o trabalho são interessantes. “No que tange a alguns indicadores utilizados pelo Departamento de Fisiologia, nos 14 dias de nossa estada em Foz do Iguaçu foram realizadas 21 sessões de treinamento envolvendo todo o elenco, que perfazem acumulado de cerca de 2.110 minutos de trabalho, em que cada atleta percorreu aproximadamente 100 km e dispendeu em média 20.700 calorias durante os treinamentos”, revela.

Para suprir toda essa demanda de trabalho e também temperaturas mais elevadas, a hidratação é fundamental. Nesse período, 2.520 litros de água foram consumidos pelo elenco do Coritiba entre atividades no hotel e no estádio Pedro Basso, campo do Flamengo. Uma média de 180 litros por dia. Ainda foram mais 625 litros de isotônico.

Mesmo com o início do Campeonato Paranaense no próximo domingo, a pré-temporada alviverde segue nos próximos meses. Em virtude do calendário apertado, a preparação para todo o ano acontece em paralelo aos primeiros jogos de 2018.