CORITIBA FOOT BALL CLUB

160x600 Escudo Errado Não
Elenco - Rafael Martins

08/10/2018 18:06:00 ( atualizada em 19/10/2018 20:21:23 )

Outubro Rosa: previna-se contra o câncer de mama!

 Outubro Rosa: previna-se contra o câncer de mama!
Seu Nome:
Seu Email:
Mensagem:
Marque a opção abaixo

Coritiba abraça a causa do seu mês de aniversário e conta história de projeto que assiste pessoas que perderam o cabelo por causa da doença. Assista!

Outubro é considerado o mês da conscientização do câncer de mama. Porém, quem já enfrentou, ou está enfrentando, esta verdadeira luta pela própria saúde sabe bem que, na verdade, é um assunto que acontece e deveria ser discutido o ano todo.

Como tem feito nos últimos anos, o Coritiba aproveitou o gancho do mês rosa para dar voz a esta causa. Desta vez, destacando o trabalho do projeto Atitude na Cabeça, que doa perucas para pessoas que, por algum motivo, inclusive câncer, perderam o cabelo.

“Já faz quatro anos que estamos a frente do Atitude na Cabeça, levando um pouco de conforto, de dias mais confortáveis para as mulheres que estão em tratamento, crianças que estão em tratamento, que elas possam sair na rua e não ser tão percebidas do que se estivessem sem o cabelinho”, destaca a coordenadora do projeto, Suely Baldan.

Ela destaca importância do diagnóstico precoce, um importante aliado na cura deste mal. “A mensagem principal é que a pessoa não deixe de fazer o autoexame. Busque o autoexame. Porque câncer de mama tem cura. Vocês mulheres busquem a cura, você pode vencer como eu venci. Todas as que tiverem tempo podem vencer, mas não deixar chegar num estágio complicado que daí fica difícil”, explica Sheila Monteiro, que venceu o câncer de mama, contando com a ajuda do projeto.

Dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA)

O câncer de mama é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, depois do de pele não melanoma, respondendo por cerca de 28% dos casos novos a cada ano. O câncer de mama também acomete homens, porém é raro, representando apenas 1% do total de casos da doença.
  
Relativamente raro antes dos 35 anos, acima desta idade sua incidência cresce progressivamente, especialmente após os 50 anos. Estatísticas indicam aumento da sua incidência tanto nos países desenvolvidos quanto nos em desenvolvimento.

Existem vários tipos de câncer de mama. Alguns evoluem de forma rápida, outros, não. A maioria dos casos tem bom prognóstico.

Estimativa de novos casos: 59.700 (2018 - INCA)


Número de mortes: 14.388, sendo 181 homens e 14.206 mulheres (2013 - SIM)

Prevenção

Estima-se que por meio da alimentação, nutrição e atividade física é possível reduzir em até 28% o risco de a mulher desenvolver câncer de mama. Controlar o peso corporal e evitar a obesidade, por meio da alimentação saudável e da prática regular de exercícios físicos, e evitar o consumo de bebidas alcoólicas são recomendações básicas para prevenir o câncer de mama. A amamentação também é considerada um fator protetor.

Além disso, o auto-exame pode ser feito pelo menos uma vez ao mês, preferencialmente no mesmo dia do mês. Após os 40 anos, a mamografia começa a ser um exame importante para a detecção da doença e recomenda-se que seja feito pelo menos uma vez por ano a partir daí. Todas as mulheres deveriam procurar um mastologista para acompanhamento e exame anual durante sua vida, mas principalmente a partir dos 40 anos.

Informações do INCA e do Hospital de Câncer de Barretos 

Assista ao vídeo: